• (83)98853-6370
  • idiomas

Notícias

A figura do Corretor de Imóveis na Paraíba surge mais efetivamente a partir do início do século XX. Mesmo sem a denominação “corretor” ou de “vendedor de imóveis”, alguns profissionais, exercendo paralelamente outras atividades, passaram a se notabilizar como intermediadores de negócios imobiliários na capital - João Pessoa.
A conquista da clientela nesse tempo se dava pela perseverança: quanto mais tempo se tinha na função, mais se era conhecido como um mediador de negócios imobiliários. A pouca concentração populacional também favorecia essa forma indireta de propaganda e, quando aparecia alguém interessado em comercializar um imóvel, rapidamente um dedo indicador apontava o local onde provavelmente o "corretor" poderia ser encontrado.
Há registros de anúncios de imóveis já nas primeiras edições do jornal A União (diário que circula até hoje e que foi fundado em 1893), mas não há dados que permitam a vinculação desses anúncios, naquela época, aos profissionais do setor. Os anúncios normalmente eram promovidos pelos interessados diretos do negócio.
Orlando Feitosa, que figura entre os corretores vivos como o mais antigo, é aposentado e Creci n.º 006 conta que o seu pai, João de Freitas Feitosa (1895-1962), no início dos anos 20, começou a desenvolver várias atividades no comércio, inclusive a de intermediador de negócios imobiliários.
Segundo Orlando, seu pai, junto com um contínuo do jornal A União, conhecido por Antônio, e outro senhor de nome Vicente Costa, eram, naquela época, os corretores que se destacavam na capital paraibana. Pelo trabalho que desenvolviam, eram normalmente remunerados com dois por cento do valor total do negócio.
Orlando Feitosa vendeu o seu primeiro imóvel em 1934 e desde então, até a sua aposentadoria, mesmo quando exercia outras atividades, não deixou de atuar como Corretor de Imóveis. Orlando foi também, entre os paraibanos, o primeiro a demonstrar espírito classista, vindo a somar, mais tarde, com Ivenaldo da Silva de Figueiredo Carvalho e Hermogenes Paulino do Bomfim nas lutas pela regularização da profissão na Paraíba.
FONTE: COFECI
11/11/2014
 
Total de notícias: 0
 Listando de 0 até 0 no total de 0 notícias
 
 

Precisa de mais informações? Estamos à sua disposição!

nossa equipe está à sua disposição!

entre em contato